Dor nas primeiras relações sexuais

Dor nas primeiras relações sexuais

É muito comum eu receber perguntas abordando a dor nas primeiras relações sexuais das garotas. Elas ficam muito chateadas porque dizem que o sexo é gostoso, mas o que elas acabam sentindo na hora da relação é desconforto e dor. E então ficam perguntam se tem alguma coisa de errado com elas.

Mas afinal, por que dói? Antes de responder essa questão, é importante falar que a vagina é composta por diversas estruturas, como inervações, vasos sanguíneos, pele, músculo. E essa musculatura é responsável pela flexibilidade ou o enrijecimento da vagina. Sendo assim, podemos dizer que a vagina tem a capacidade de se abrir o suficiente para permitir a entrada do pênis, e depois se fechar novamente.

Se pensarmos na vagina de fora para dentro, logo na parte de fora, é possível ver os lábios os grandes e pequenos, depois o orifício da entrada da vagina, que é o começo do que chamamos de canal vaginal, é por onde o pênis vai entrar. Um pouco mais para dentro, aproximadamente 2 cm, o que varia de mulher para mulher, encontramos naquelas que ainda são virgens, o hímen, que nada mais é do que uma pele, com pouca inervação, o que significa que existe pouca sensibilidade. Passando adiante, seguindo o canal vaginal, lá no fundo, encontraremos o colo do útero.

A grande maioria das pessoas acredita que dói nas primeiras relações sexuais, porque o hímen é rompido. Mas isso não é verdade. Como já expliquei acima, o hímen tem pouca inervação, logo, tem pouca sensibilidade, e por isso, não é a causa maior da dor. A dor do rompimento do hímen é muito pequena!

Agora eu imagino que você deve estar confusa (o), não é mesmo? Afinal, sempre acreditou que a dor era por causa do rompimento do hímen.

Então, por que dói, afinal? Dói porque a mulher não relaxa a musculatura vaginal o suficiente para permitir a entrada do pênis. É isso mesmo!

O que acontece na maioria das vezes quando a mulher (o homem também) vai para as primeiras relações sexuais, é que ela está insegura, com medo, não sabendo direito o que fazer, como fazer, que momento fazer, se é permitido… e ainda tem o medo de engravidar, pois, afinal, na maioria das vezes se inicia a atividade sexual, escondido dos pais. Que situação… ah, também tem a preocupação de ter que agradar o parceiro, de fazer bonito.

Diante dessa situação toda, a ansiedade fica muito alta, e assim, não se consegue relaxar, a musculatura vaginal fica muito contraída, rígida, e quando o rapaz tenta penetrar o pênis, forçando esses músculos para entrar, o que ocorre é a dor. Com o tempo e a prática, as mulheres vão aprendendo a relaxar mais, e com isso, a dor vai sumindo e dando lugar ao prazer.

Fonte: www.adolescente.psc.br
Dr. Claudecy de Souza
Psicólogo – CRP 06/69861
Terapeuta sexual
Analista do comportamento

Toque Feminino